I Ching (estudos)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

I Ching (estudos)

Mensagem  Akin Lan Feng em Qui Dez 01, 2011 4:00 pm

Primeiro inicío com o estudo das transformações através dos 64 Hexagramas, em sua disposição definida por Confucio.

Depois, mais abaixo, dei inicio a um novo estudo sobre as transformações, utilizando somente 6 dos 8 trigramas, os quais cada um dos 6 possuem em si a dualidade.


Última edição por Akin Lan Feng em Qui Abr 17, 2014 3:58 pm, editado 3 vez(es)

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Analisando cada linha separadamente, no modelo sequencial dos hexagramas utilizado pelo i ching. Dividindo cada linha em 8 etapas com 8

Mensagem  Akin Lan Feng em Qui Dez 01, 2011 4:01 pm

A PRIMEIRA LINHA

Yang

Yin

Yang

Yin

Yang

Yin

Yin

Yin

3+
5 -


Yang

Yang

Yang

Yin

Yang

Yang

Yin

Yin

5+
3 -


Yang

Yin

Yang

Yin

Yang

Yang

Yin

Yang

5+
3 -


Yang

Yang

Yang

Yin

Yin

Yang

Yin

Yin

4+
4 -


Yin

Yang

Yin

Yang

Yang

Yang

Yin

Yin


4+
4 -


yang

yang

yang

yin

yin

yin

yin

yin


3+
5 -


yang

yin

yang

yin

yin

yang

yang

yin

4+
4 -


yin

yang

yin

yang

yang

yin

yang

yin

4+
4 -



1 ETAPA = 2 –

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 2 +

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 0

6 ETAPA = 2 -

7 ETAPA = 0

8 ETAPA = 0

---

A SEGUNDA LINHA

Yang

Yin

Yin

Yang

Yang

Yang

Yang

Yin

5 +
3 –


yang

yang

yang

yin

yin

yang

yin

yin

4 +
4 –


yin

yang

yang

yin

yin

yin

yin

yin

2 +
6 –


yin

yang

yin

yang

yang

yin

yin

yang

4 +
4 –


yin

yang

yin

yin

yin

yang

yin

yang

3 +
5 –


yang

yin

yang

yang

yin

yang

yang

yang

6 +
2 –


yin

yang

yin

yin

yin

yang

yin

yin

2 +
6 –


yang

yang

yang

yang

yang

yin

yin

yang

6 +
2-


1 ETAPA = 2 +

2 ETAPA = 0

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 2 -

6 ETAPA = 4 +

7 ETAPA = 4 -

8 ETAPA = 4 +


A TERCEIRA LINHA


Yang

Yin

Yin

Yin

Yang

Yin

Yin

Yin

2 +
6 –


yang

yin

yang

yin

yang

yang

yang

yin

5 +
3 –


yin

yang

yin

yin

yin

yang

yin

yin

2 +
6 –


yin

yang

yin

yang

yin

yang

yang

yang

5 +
3 –


yang

yang

yin

yang

yang

yin

yang

yin

5 +
3 –


yin

yin

yang

yang

yin

yang

yin

yang


4 +
4 –


yang

yang

yin

yang

yang

yin

yang

yang

6 +
2 –


yang

yin

yin

yin

yin

yang

yang

yin

3 +
5 –


1 ETAPA = 4 -

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 2 +

5 ETAPA = 2 +

6 ETAPA = 0

7 ETAPA = 4 +

8 ETAPA = 2 -

(cont..)

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: I Ching (estudos)

Mensagem  Akin Lan Feng em Qui Dez 01, 2011 4:02 pm

A QUARTA LINHA

Yang

Yin

Yin

Yin

Yin

Yang

Yin

Yin

2 +
6 –


yin

yang

yin

yang

yang

yang

yin

yang

5 +
3 –


yang

yin

yin

yin

yang

yin

yin

yin


2 +
6 –


yang

yin

yin

yang

yin

yang

yang

yang


5 +
3 –


yang

yang

yang

yin

yin

yang

yin

yang


5 +
3 –


yin

yin

yang

yang

yang

yin

yang

yin


4 +
4 –


yang

yang

yang

yin

yin

yang

yang

yang

6 +
2 –


yin

yang

yin

yin

yin

yang

yin

yang

3 +
5 –


1 ETAPA = 4 -

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 2 +

5 ETAPA = 2 +

6 ETAPA = 0

7 ETAPA = 4 +

8 ETAPA = 2 -



A QUINTA LINHA


Yang

Yin

Yang

Yin

Yang

Yang

Yin

Yang

5 +
3 –


yang

yang

yin

yang

yang

yin

yin

yin


4 +
4 –


yang

yin

yin

yang

yin

yin

yin

yin

2 +
6 –


yang

yin

yin

yang

yang

yin

yang

yin


4 +
4 –


yang

yin

yin

yin

yang

yin

yang

yin


3 +
5 –


yin

yang

yang

yang

yang

yin

yang

yang


6 +
2 –


yang

yin

yin

yin

yang

yin

yin

yin

2 +
6 –


yang

yang

yang

yang

yang

yin

yang

yin

6 +
2 –



1 ETAPA = 2 +

2 ETAPA = 0

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 2 -

6 ETAPA = 4 +

7 ETAPA = 4 -

8 ETAPA = 4 +



A SEXTA LINHA


Yang

Yin

Yin

Yang

Yin

Yang

Yin

Yin


3 +
5 –


yang

yang

yin

yang

yang

yang

yin

yin


5 +
3 –


yin

yang

yin

yang

yang

yang

yang

yin


5 +
3 –


yang

yang

yang

yin

yin

yang

yin

yin

4 +
4 –


yang

yin

yang

yin

yang

yang

yin

yin


4 +
4 –


yang

yang

yin

yang

yin

yin

yin

yin


3 +
5 –


yin

yang

yin

yang

yang

yin

yin

yang


4 +
4 –


yang

yin

yang

yin

yang

yin

yin

yang


4 +
4 –


1 ETAPA = 2 -

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 2 +

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 0

6 ETAPA = 2 -

7 ETAPA = 0

8 ETAPA = 0

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

COMPARANDO AS LINHAS

Mensagem  Akin Lan Feng em Qui Dez 01, 2011 4:03 pm

A primeira linha

1 ETAPA = 2 –

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 2 +

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 0

6 ETAPA = 2 -

7 ETAPA = 0

8 ETAPA = 0

--
a segunda linha

1 ETAPA = 2 +

2 ETAPA = 0

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 2 -

6 ETAPA = 4 +

7 ETAPA = 4 -

8 ETAPA = 4 +

--
a terceira linha

1 ETAPA = 4 -

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 2 +

5 ETAPA = 2 +

6 ETAPA = 0

7 ETAPA = 4 +

8 ETAPA = 2 –

--
a quarta linha

1 ETAPA = 4 -

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 2 +

5 ETAPA = 2 +

6 ETAPA = 0

7 ETAPA = 4 +

8 ETAPA = 2 -


--
a quinta linha

1 ETAPA = 2 +

2 ETAPA = 0

3 ETAPA = 4 -

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 2 -

6 ETAPA = 4 +

7 ETAPA = 4 -

8 ETAPA = 4 +


--
a sexta linha

1 ETAPA = 2 -

2 ETAPA = 2 +

3 ETAPA = 2 +

4 ETAPA = 0

5 ETAPA = 0

6 ETAPA = 2 -

7 ETAPA = 0

8 ETAPA = 0

===

1 (primeiros 8 hexagramas) = 8 –

2 ( hexagrama 9 ao 16 ) = 8 +

3 (hexagrama 17 ao 24 ) = 12 –

4 ( hexagrama 25 ao 32 ) = 4 +

5 ( hexagrama 33 ao 40 ) = 0

6 (hexagrama 41 ao 48 ) = 4 +

7 ( hexagrama 49 ao 56 ) = 0

8 ( hexagrama 57 ao 64 ) = 4 +

Representando os valores -8, +8, -12, +4, 0, +4, 0, +4, sucessivamente em um grafico cartesiano, então partindo do ponto 0 são 76 variações. (-8 + 16 = +8; -20 = -12...) :: 76 este numero é curioso ..e varia de acordo com o arranjo de suceções dos hexagramas. 76 corresponde ao arranjo utilizado pelo Livro das Mutações I Ching


Última edição por Akin Lan Feng em Sab Mar 31, 2012 2:52 pm, editado 1 vez(es)

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Os 64 Hexagramas , nomeação comum

Mensagem  Akin Lan Feng em Qui Dez 01, 2011 4:05 pm

01.qián _O Criativo /02.kūn _O Receptivo /03.zhūn _A Dificuldade Inicial /
04.mēng _A Insensatez Juveni /l05.xû _A Espera /06.sòng _O Conflito /
07.shī _O Exército /08.bì _A Solidariedade (A União) /
09.xiǎo chù _O Poder de Domar do Pequeno /10.lǚ _A Trilha (A Conduta) /
11.tài _A Paz /12.pǐ _A Estagnação /13.tóng rén _A Comunidade com os Homens /
14.dà yǒu _Grandes Posses /15.qiān _A Humildade (Modéstia) /
16.yù _O Entusiasmo /17.suí _O Seguir /
18.gǔ _O Trabalho sobre o Deteriorado (O Trabalho sobre o Corrompido) /
19.lín _A Aproximação /20.guān _A Contemplação /
21.shì kè _O Morder /22.bì _A Graciosidade (Beleza) /23.bō _A Desintegração /
24.fù _O Retorno (O Ponto de Mutação) /25.wú wàng _A Inocência /
26.dà chù _O Poder de Domar do Grande /
27.yí _O Prover Alimento (As Bordas da Boca) /
28. dàguò _A Preponderância do Grande /
29.kǎn _O Abismal (A Água; O Insondável) /30.lí _O Aderir (O Fogo) /
31.xián _A Influência (O Cortejar) /32.héng _A Duração /33.dùn _A Retirada /
34.dà zhuàng_O Poder do Grande /35.jìn _O Progresso /
36.míng yí _O Obscurecimento da Luz /37.jiā rén _A Família /38.kuí _A Oposição /
39.jiǎn _O Obstáculo (A Obstrução) /40.jiě _A Liberação /
41.sǔn _A Diminuição /42.yì _O Aumento /43.guài _A Determinação (O Irromper) /
44.gòu _Vir ao Encontro /45.cuì _A Reunião /46.shēng _A Ascensão /
47.kùn _A Opressão (A Exaustão) /48.jǐng _O Poço /49.gé _A Revolução /
50.dǐng _O Caldeirão /51.zhèn _O Incitar (A Comoção; O Trovão) /
52.gèn _A Quietude (A Montanha) /
53.jiàn _O Desenvolvimento (O Progresso Gradual) /
54.guī mèi _A Jovem que se Casa /55.fēng _A Abundância (A Plenitude) /
56.lǚ _O Viajante /57. xùn _A Suavidade (O Penetrante; O Vento) /
58.duì _A Alegria (O Lago) /59.huàn _A Dispersão (A Dissolução) /
60. jié _A Limitação /
61.zhōng fú _A Verdade Interior /62.xiǎo guò_A Preponderância do Pequeno /
63.jì jì _Após a Conclusão /64.wèi jì _Antes da Conclusão /

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Novo estudo das transformações

Mensagem  Akin Lan Feng em Qui Dez 01, 2011 4:06 pm

Arrow Utilizarei os trigramas montanha, agua, vento, trovão, fogo, e lago neste estudo. Deixarei de fora os trigramas firmamento, e terra, por não conterem em si a dualidade.

--- vento
---
- -


--- fogo
- -
---


- - lago
---
---


- - trovão
- -
---

- - agua
---
- -


--- montanha
- -
- -

===

--- firmamento
---
---


- - terra
- -
- -

====

montanha, agua, vento, trovão, fogo, e lago ; ao todo estes 6 trigramas podem se organizar em 720 combinações.

A linha partida que representa Yin, neste caso representa tambem o espaço cheio, que não pode ser preenchido ou ocupado naquele instante.

--
2 Polos
1 Trigrama = 3 linhas
1 linha representativa, 1 linha representativa, 1 linha definidora.
6 Trigramas existentes contem em si a dualidade.
6 Trigramas combinados = 1 Hexatrigrama.
1 Hexatrigrama = 18 linhas
720 Hexatrigramas existentes.
Mecanica da dualidade representada por 720 simbolos.

720 pode ser dividido em 6 porçoes com 120 Hexatrigramas cada.


1 (120)
2 (120)
3 (120)
4 (120)
5 (120)
6 (120)

Valor representativo pode ser avaliado por Arranjo de Sucessão. A Ordem (crescente ou decrescente) em Totalidade de Carga, é igual entre um hexatrigrama e outro (porque são sempre os mesmos trigramas, somente variando a posição deles na forma de um hexatrigrama), resultando sempre em + e - no total = 0. Por isso cada uma das 6 partes de 120 Hexatrigramas tem uma totalidade identica em carga positiva e negativa (igual a zero).

--

Hexatrigrama (exemplo)



- - lago
---
---

--- fogo
- -
---

- - trovão
- -
---

--- vento
---
- -

- - agua
---
- -

--- montanha
- -
- -

===

Hexatrigrama (segundo exemplo)


--- fogo
- -
---

- - lago
---
---

--- vento
---
- -

- - trovão
- -
---

--- montanha
- -
- -

- - agua
---
- -

====
O ESTUDO

Analise de uma Factualidade (Definida, Virtual, ou Em Progresso)

1 (120) : Primeiros 120 Hexatrigramas

A Incapacidade do Fraco
O Obstaculo do Pessimista
A Fortuna do Pobre
A Oportunidade do Astuto
A Sorte do Empreendedor
O Sucesso do Breve


2 (120) :

A Profecia do Cataclisma
O Retorno do Carrasco
A Covardia do Resignado
A Esperança do Desinformado
O Sofrimento do Determinado
O Desfile do Principe (ou da Princesa)


3 (120)

O Lamento do Morinbundo
O Cataclisma, primeira parte
O Fim
A Chance
O Berço
O Virtuoso


4 (120)

A Insurgencia do Contrario
O Cataclisma, segunda parte
A Balança
O Otimismo do Afortunado
O Reajuste do Capaz
O Valor da Virtude

5 (120)

O Dominio do Forte Sobre o Fraco
A Sofreguidão do Injustiçado (do Explorado)
O Consolo do Escravo
A Calma do Perspicaz
O Erro do Rei (O Rei é Enganado)
A Revolução

6 (120)

A Punição
O Martir
A Coragem da Minoria
A Tranquilidade do Sabio
A Mudança
O Equilibrio


====
1 (120) : Primeiros 120 Hexatrigramas

A Incapacidade do Fraco = O fraco precisa alterar sua condição para que lhe seja possível realizar a tarefa, que lhe pede mais do que ele pode oferecer. Ao capaz, esta condição representa o caminho livre para que dê o seu próximo passo, mas deve não perder o cuidado ao prosseguir dali adiante.

O Obstaculo do Pessimista = A dificuldade pode parecer intransponível, e aquele que desiste antes de começar, não pode ser bem sucedido. Ao capaz, esta condição se apresenta como os alicerces de sua própria força, e deve considerar que seus contrários mais poderosos tentarão sobrepujalos.

A Fortuna do Pobre = Aquele que se acovarda diante da própria situação de miséria fará da miséria sua moradia, e dela não recebera a justa recompensa que lhe é merecido. Ao que se encontra em posição mais favorecida esta condição se apresenta de maneira neutra, e assim ele deve estar atento aos sinais de mudança.

A Oportunidade do Astuto = Desde o inicio existe uma maneira melhor de proceder, e aquele que não deixa passar uma boa oportunidade só terá a ganhar. Nesta condição nem sempre será fácil enxergar a oportunidade, mas aquele capaz de percebe-la precisa ser firme quando outros não a conseguem ver.

A Sorte do Empreendedor = Uma condição que se inicia de maneira favorável e que não deve ser negligenciada. A sorte só pode acompanhar aquele faz, e não aquele que se acomoda. Contudo, não é suficiente apostar somente em uma vantagem inicial.

O Sucesso do Breve = Uma batalha vencida não determina a conclusão, mas pode oferecer boa vantagem se as condições estabelecidas forem bem aproveitadas dali em diante. As forças opostas revidarão com ainda mais força, e conhecendo os aspectos que resultaram em seu fracasso. O fraco que não se deixa abater durante o primeiro fracasso deve aguardar pelo momento oportuno e agir.

2 (120) :

A Profecia do Cataclisma = O cenário para a adversidade se forma antes da adversidade em si. Mas é bem provável que ela venha. O cataclisma significa dificuldades para o rico e para o pobre, para o servo e para o governante. Prepare-se da melhor maneira pare ele.

O Retorno do Carrasco = O oposto já começou a trabalhar afim de sobrepujar-se. É bom refletir sobre os aspectos sutis, e que talvez não tenhamos dado atenção sobre a situação, porque dos mínimos erros o oposto se aproveita e se fortalece.

A Covardia do Resignado = A maré de pessimismo exerce força e arrasta os que se encontram em nível inferior necessário de vontade. O bem afortunado será alvo de injurias daqueles que estão beirando pouco acima desse limite.

A Esperança do Desinformado = A vida sempre será bela para aqueles que tem a capacidade de acreditar nisso. Esta condição pode significar uma boa mudança, ou uma grande decepção. Uma energia ativa e pouco funcional esta se movimentando, mas é possível obter animo com ela.

O Sofrimento do Determinado = O caminho é árduo, mas é o caminho para a recompensa. Não espere que será menos difícil do que parece.

O Desfile do Principe (ou da Princesa) = O governante se prepara para prolongar adiante a sua força, e existem aqueles que desejam a sua simpatia. Esta condição é em si uma grande oportunidade, mas a decisão ainda é incerta. O oposto pode se mostrar terrivelmente traiçoeiro.

3 (120)

O Lamento do Morinbundo = A transitoriedade é uma verdade no universo. Alguns elementos fizeram parte dos acontecimentos passados, e agora já deixam de estar adequados na situação presente. É bom dar o valor merecido aos antigos heróis, oferecer o respeito aqueles que um dia firmaram nossas raízes, e que agora se preparam para deixar de existir. Mas não é bom dar exagerada atenção aos cânticos melancólicos e saudosistas. Assumir uma postura inadequada aos fantasmas de nosso passado pode causar um descontentamento de nossas próprias forças aliadas.

O Cataclisma, primeira parte = Os deuses não se deixarão abalar em suas atividades energéticas por causa dos elementos menores do cosmos. A forte rajada teimosa de vento, a energia determinada da terra, e o poder intenso do fogo reduzirão as possibilidades no presente. A mecânica do universo decidira em muito ou em pouco o cenario futuro, isso vai depender de todos os elementos envolvidos e em boa parte, na verdade da parte em que se é possivel fazer algo, de como se comportam durante esta condição, se devem avançar ou recuar, se conseguiram prever os fenômenos com suficiente rapidez, se devem se proteger, ou se devem mudar de forma. As mudanças eminentes vão ser bruscas e depois repentinas.

O Fim = Esta claro que algo mudou em relação ao passado. Mesmo que se obtenha sucesso será preciso lidar com os novos modos em que as coisas são. O longevo, o persistente e os ancestrais tem muito a ensinar sobre as transformações futuras, principalmente em como estas mudanças tendem a acontecer. O sucesso mais permanente exigira uma boa maneira de conciliar o passado e o presente.

A Chance = Os opostos iniciaram uma disputa franca entre os aspectos primarios de suas forças. Mas ainda existem muitas cartas na manga de ambos os lados. Agir com prudência agora pode vir a desencorajar os elementos contrarios menos decididos em agir. Contar demais com elementos duvidosos, como dar grande responsabilidade a aliados inconfiaveis, para obter o sucesso aumenta as chances de cair em ruína. Nem todos os opostos podem ser nesta condição encontrados e combatidos. Um comportamento que se mantenha integro em excelência pode fortalecer aspectos que antes eram menos poderosos, e tambem pode trazer novas forças aliadas.

O Berço = Enquanto as forças opostas disputam seus lugares em um futuro próximo, características novas de ambos os lados já estão sendo criadas, e o surgimento delas independe do quão forte esta um lado e o quão fraco esta o outro. Observar atentamente os aspectos menos importantes na disputa que atualmente esta sendo travada pode resultar em um bom entendimento do que esta por vir no processo seguinte ao que atualmente esta sendo estudado, e tambem pode oferecer novas ferramentas úteis e inesperadas durante a ultima fase do processo atual. Nesta condição é importante preferir por planos mais sensatos e não se apegar a visões dos mais imaturos.

O Virtuoso = Alguns elementos em atividade carregam consigo uma força acumulada, mas se tais elementos forem sobrepujados pode haver um enfraquecimento igualmente somado durante a próxima fase do processo, embora os fatores que davam força ao virtuoso não serão esquecidos, e podem ser bem reaproveitados adiante. O virtuoso tem uma maneira característica de agir, e seus pontos fracos serão atacados e vencidos, caso sejam expostos de maneira imprudente. A prudencia tambem pede por cautela com as forças aliadas que estejam profundamente ligadas ao virtuoso, as quais podem vir a negligenciar um objetivo maior.

4 (120)

A Insurgencia do Contrario = Ambas as forças contrarias entraram em choque uma com a outra, e então a energia resultante retornou em reação ao contato. Mesmo tendo havido perdas e ganhos ate agora, ambos os opostos vão preferir acreditar em sua própria força, e com uma energia poderosa executarão seu próximo movimento. Ao governante esta condição pode significar uma ofensiva contraria perigosa, mesmo se lhe parecer pequena. A minoria colocara em jogo aquilo em que depositam a sua esperança. Para a minoria esta condição significa uma ofensiva contraria indiscriminada e total, mas que carece de total entendimento.

O Cataclisma, segunda parte = As energias paralelas demonstraram o quanto podem vir a influenciar no processo independentemente. Antigos planos podem ter de ser abandonados.  Expectativas já podem ter sido frustradas, mesmo que teimosamente se tente continuar se apegando a elas. A frustração vira antes mesmo que a crise chegue ao fim, e talvez antes mesmo que a principal dificuldade do cataclisma apareça. Ambos os lados opostos podem vir a beneficiar-se unindo forças, mas neste caso o lado que não se acautelar devidamente pode no fim encontrar-se em situação frágil. A corrente que se encontrar em situação de ser superada por seu oposto será revertida após a tempestade.

A Balança = É o momento de aceitar a verdadeira condição como maioria ou minoria. Agir de maneira contraria a própria condição não se mostrara adequado. Os opostos reconhecem quais são os seus proprios recursos neste momento. Energias impulsivas como o orgulho e a frustração podem reverter o estado de governante para servo, e tambem reduzir o servo a escravo, e com o tempo tambem uma maioria para condição de minoria. Aquele que se agita demais perde elementos próprios que estão pesando a seu favor na balança.

O Otimismo do Afortunado = Aquele que obteve boas vitorias ate agora tendera a tornar-se confiante, e de fato conhecerá bem os aspectos que levaram-no ao exito. O afortunado que agir com impulsividade reduzira suas forças onde antes lhe serviram suficientemente, e talvez isso o leve a obter fracassos que primeiramente não obteve. O afortunado entorpecido pela própria força que se decidir mostrar indiscriminado pode cair vitima de suas forças aliadas perifericas. O desfavorecido que inabalavelmente continua a agir conhecera suas chances por meio de seus elementos perifericos. Os elementos perifericos podem tambem ser simbolizados por uma porção da força oposta em seu interior.

O Reajuste do Capaz = Dificil ou otimista seja a situação, é momento de fazer o que se pode para aprender com os erros, e os opostos se fortalecem como lhes é possivel. Aquele que estrategicamente obteve êxitos vai agir para tentar concluir o objetivo final de sua tática.

O Valor da Virtude = Os elementos primordiais de ambos os opostos se tornaram intuitamente claros, enquanto elementos secundários podem aqui atingir o auge e então começar a perder força. O sucesso pede o aproveitamento dos elementos secundários enquanto podem servir da melhor maneira aos elementos primordiais. Antigas forças aliadas podem talvez  ser recuperadas. Energias assombrosas como o arrependimento e a vergonha podem causar a desordem e portanto levar ao convertimento de elementos eficazes para se tornarem ineficazes.

5 (120)

O Dominio do Forte Sobre o Fraco = Agora o lado mais forte dos dois opostos exerce sua influencia na mecânica do processo, mostrando evidentemente sua superioridade, embora sua fonte de poder ainda possa ao oposto ser desconhecida. Ao governante e ao mais favorecido esta condição pode na verdade representar um obstáculo interno que esta agindo de forma a prejudicar o resto de suas forças. Ao pobre e ao fraco esta condição é onde necessariamente darão conta ou aceitarão a natureza de suas condições menos favorecidas. O domínio já encontrara em si bom equilíbrio, e por isso ir de contra a ele de maneira básica e como já era de se esperar não se mostrara suficiente para libertar-se, e levara a um desperdicio das próprias forças.

A Sofreguidão do Injustiçado (do Explorado) = O fraco e o aliado atormentado deixarão de ser elementos eficazes, ou ao menos perderam muito de suas capacidades. Energias perversas como o sadismo e a crueldade agirão de maneira independente nesta condição. Energias protetoras como a compaixão e o heroísmo podem ser benéficas ocasionando uma tendência reativa de união e respeito, mas também podem estar agindo de forma a desviar as forças do objetivo decisivo. O aliado incerto ira expor suas contrariedades, e é provável que negligencie sua parte ou que em pouco tempo já tenha se preparado, buscado união com os demais aliados incertos, e então junte-se ao lado oposto. Esforçar-se para agradar os aliados incertos ira na verdade somente levar a prejudicar-se, porque a maioria deles pegara o que puder e então se juntara ao lado oposto de qualquer maneira.

O Consolo do Escravo = Ao governante e ao rico esta condição representa um alivio de tensão entre si próprio e seu oposto. Pode representar também uma baixa de rendimento entre suas forças menores. Deixar-se acomodar e não cuidar das forças aliadas menores pode com o decorrer do tempo resultar em um enfraquecimento considerável, e mesmo a uma ofensiva poderosa e inesperada por parte do oposto.  O servo, o escravo, e o pobre são úteis contanto que e por sorte deles que, suas necessidades básicas sejam supridas. Eles então devem se aproveitar delas. Observe atentamente as forças periféricas. Esta condição também pode simbolizar um lado positivo em uma obrigação inconveniente do forte, aumentando seu entusiasmo, e também um elemento de esperança a favor do fraco, que terá a ganhar mantendo-o em segredo.

A Calma do Perspicaz = Boa ou ruim seja a situação, o melhor que se pode fazer é manter o controle sobre as próprias forças aliadas. Os elementos que se tornam instáveis não prosseguirão a agir adequadamente, e nem reconhecerão as oportunidades favoráveis que se apresentam ou que venham a aparecer adiante. Energias dominadoras como o êxtase e a indignação podem influenciar as forças aliadas de maneira inadequada, e também podem levar a perder elementos aliados. A condição pode também a partir daqui revelar uma boa oportunidade presente ou futura aos que não se deixam desviar.

O Erro do Rei (O Rei é Enganado) = Os elementos principais de ambos os opostos se ajuntam aos elementos secundários mais importantes de sua própria força, e tais elementos secundários são os mais capazes em influenciar as condições que abrigam e cercam a fonte principal de força. Elementos secundários importantes que não sejam confiáveis conspiram para com muita eficácia juntar-se ao lado oposto. É difícil identificar os elementos secundários que não sejam confiáveis, e por isso é necessário cautela mesmo ao lidar com aliados mais próximos. A cautela pede precaução durante festas, datas importantes e cerimônias, que são condições propicias para que os inimigos mais perigosos do rei possam armar uma armadilha conveniente. Ao servo esta condição é semelhante de como é para o rei, com um risco ainda maior por causa da perspectiva maior de recompensa aos que mudarem de lado.

A Revolução = Ambos os opostos já tiveram tempo para preparar-se para sua investida final. Esta condição indica uma bagunça aparente no cenário do processo, mas a verdade é que cada elemento aliado ou contrario saberá para onde ir a partir daqui, ou o que lhes é possivel conseguir antes da ultima fase do processo. Esta condição indica que muitas oportunidades e perspectivas anteriores já puderam ser concluídas, ou ao invés, já deixaram de existir. Ao governante em risco esta é uma condição desfavorável, e os boatos contra ele se espalham removendo a confiança de suas forças aliadas através de uma força menor do que aparenta. Ao governante em situação favorável esta condição o levara a ter de decidir por simpatizar o possivel com o servo, ou tornar-se severo com eles. As duas maneiras de agir dependerão da ultima fase do processo para obter ou não sucesso. Ao servo e a minoria, esta pode ser a ultima oportunidade para que lhes seja possivel obter sucesso durante a próxima e ultima fase do processo. O cenário já pôde ser compreendido, agora o fraco necessita surpreender posicionando-se da melhor maneira. O covarde deixara de ser uma força aliada eficaz durante este processo, recuando quando deveria avançar, e contagiando outros elementos aliados com seu comportamento, ou mesmo os frustrando em momento importante ocasionando o fracasso.

6 (120)

A Punição = Os elementos que se encontram em posição em que lhes é possivel reprimir o oposto farão isso, e as forças aliadas que tem em si energias rancorosas e vingativas se movimentarão paralelamente e buscando uma sintonia a tais elementos, podem agindo por conta propria influenciar prejudicar o processo. E essas energias rancorosas e vingativas procurarão influenciar, e aquele que conhece onde estao e quais são estes elementos vingativos pode usar do fluxo inadequado delas para criar oportunidades e obter vantagens. Ao que se encontra em condições favoraveis, as veses o melhor metodo de agir pode ser na verdade criar um cenario capaz de causar um impacto poderoso, ao inves de usar de fato da punição severa. Ao que se encontra em condição de ser punido, lhe resta buscar manter-se o mais apegado a suas forças principais, e esperar que apos o fim deste processo ainda lhe reste forças para erguer-se e tentar novamente. O uso de astucia e diplomacia, e tambem do aproveitamento de fatores que carregam as novas sementes de tendencia pode ser favoravel, e ao que diz respeito a estes novos fatores que surgiram tambem de maneira inesperada.

O Martir = Uma transformação que envolve duas tendencias opostas leva a existirem certas dificuldades e obstaculos a um e ao outro, e tambem a ambos os lados podem existir dificuldades e obstaculos inerentes ao cosmos em sua totalidade. Por causa destas incapacidades, as escolhas podem ser de qualquer maneira imperfeitas. Por isso, usar do sacrificio de elementos aliados as vezes pode se apresentar como uma melhor opção real, embora estar atento e uma remota possibilidade de ser possivel poupa-las sera favoravel. Energias demoniacas como o desespero e uma covardia resultante do pavor ou da apatia da auto-anulação podem levar a um sacrificio deliberado ou exagerado das proprias forças, e isso destruira a integridade da fonte de força aliada, enfraquecendo a tendencia atualmente assumida durante o proximo processo.

A Coragem da Minoria = Talvez o que aparenta ser um fracasso na verdade é em sua natureza uma vitoria profunda. O lado mais fraco entre os opostos é firme, o contrario não é capaz de enfraquecelo mais no quadro atual. E pode ser que o fraco venha a aproveitar o entusiamo intimo que existe atualmente em si durante o proximo processo. Mas encaremos os fatos, o oposto que atualmente é o mais fraco não obteve vitoria conclusiva. O sucesso do oposto atualmente mais forte tambem é questionavel, mas funcional.

A Tranquilidade do Sabio = Aquele que tenta e por um acaso consegue prosseguir adequadamente sempre saira vitorioso, perdendo ou ganhando reconhece as naturezas de seu destino, e não se engana a respeito da forma atual da realidade.

A Mudança = Esta condição pode significar que aquilo que era um risco para o governante esta sob controle, e tambem pode significar que o governante agora é o servo. As carateristicas opostas iniciais deste processo se alteraram em estado. Esta condição pode significar as vezes uma grande conquista do fraco, do pobre, e do que iniciou em condições desfavoraveis, como tambem uma perda significativa de força no oposto que inicialmente era o mais forte, mesmo que ainda assim, possa talvez continuar sendo o mais forte durante a conclusão deste processo.

O Equilibrio = Independentemente da força entre os opostos, o processo atingiu finalmente uma condição estavel. O equilibrio tambem pode significar um aumento constante de força de um dos opostos.

------

(NOTA: 720 = 2^4 vezes 3^2 vezes 5^1)
===
===

Lan Feng, atribuição simbolica aos numeros de 1 a 5

1: Existencia. Simbolo do observador aprisionado entre um intervalo de tempo, ja contendo o conceito de dualidade em si, podendo, ou não existir como 1 ou zero

2: Natureza. O ruido inicial. A vibração primeira. O primeiro sonho que se tornou realidade.

3: O silencio. A paisagem que se formou. A contemplação.

4: O fluxo do universo atraves do tempo e da forma. O impacto na completa ignorancia, na matematica, e em tudo o que pode ser nomeado. Transformação. Pode tender ao 3 ou ao 5.

5: O senhor da vida, e a escravidão incerta da morte. O momento presente. A mão que governa, e o coração que se cansa. O trabalho constante, e ausente de forma definida.


=========



Atribuições Daoistas (Antigas) do 1 a 9

1: agua
2: terra
3: madeira
4: madeira
5: terra
6: metal
7: metal
8: terra
9: fogo

====

===

Trigramas por Mestre Lam Kam Chuen

--- Ch´ien , Firmamento
---
---

(A energia do Firmamento é o poder Maximo do Yang. É o aspecto criativo e dinâmico da força vital quando ela esta em seu auge, por todo o mundo natural. No ser humano, reflete-se em liderança inspiradora e na capacidade de levar adiante projetos até a conclusão deles. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa do Pai. No sistema das 5 energias, sua energia é a do Metal.)


- - Tui , Lago
---
---

(A energia do Lago é pura, com a característica de ser alerta e atraente. Transmite uma sensação de sinceridade. Esse é o poder da comunicação e da receptividade ao prazer. No trigrama, uma única linha partida Yin repousa sobre duas linhas Yang inteiras, a exemplo de um novo filho que é bem-vindo e cuidado pelos pais e irmãos. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa da Filha Mais Jovem. No sistema das 5 energias, sua energia é a do Metal.)


--- Li , Fogo
- -
---

(A energia do fogo é explosiva. Seu poder é capaz de partir duas forças, exatamente como no trigrama, onde duas linhas fortes Yang estão separadas pelo poder de uma única linha Yin, ao meio. Esse poder expõe o que quer que esteja escondido. Sua clareza e inteligência proporcionam perspicácia e iluminação. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa da Filha Do Meio. No sistema das 5 energias, sua energia é tambem a do Fogo.)


- - Chen , Trovão
- -
---

(A energia do trovão é como uma súbita liberação de energia armazenada. Como o trovão, ela tem o extraordinário poder e a velocidade de uma centelha gerada pelas forças Yin e Yang. No trigrama, observamos a força de uma única e poderosa linha Yang na parte de baixo impulsionando para cima, onde se encontram as duas linhas partidas Yin. Mas esse poder não é necessariamente destrutivo. Como o poder de todos os elementos da natureza, ele pode dar inesgotável apoio aos que dele dependem. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa do Filho Mais Velho. No sistema das 5 energias, sua energia é a da Madeira.)


--- Sun , Vento
---
- -

(A energia do Vento é invisível, porem irresistível. É suave, assim como constante. Como uma brisa que lentamente da forma as rochas dos picos das montanhas, seu trabalho paciente e árduo supera o que quer que esteja em seu caminho. Essa energia possui uma qualidade generosa: a silenciosa tarefa do Vento beneficia os outros, assim como no trigrama a energia de uma única linha partida, Yin, ascende na direção das duas linhas inteiras Yang. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa da Filha Mais Velha. No sistema das 5 energias, sua energia é a da Madeira.)


- - Hum , Agua
---
- -

(A energia da Agua é misteriosa. Ela se move para baixo, assim como a água busca o nível mais baixo na natureza. O poder dessa energia é profundo, escuro, e frio. Sua descida contem grande força, pois há tanto retirada daquilo que a circunda quanto acumulo invisível em suas profundezas. Dentro dessa energia há cinsideravel incerteza, perigo, e grande dificuldade. No trigrama, a superfície externa sugere suavidade na forma das duas linhas partidas Yin, no entanto, elas ocultam uma linha inteira Yang forte- exatamente como a própria água, que parece tão suave e, no entanto, é mais poderosa do que a mais dura pedra. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa do Filho Do Meio. No sistema das 5 energias, sua energia tambem é a da Agua.)


--- Ken , Montanha
- -
- -

(O inabalável poder da energia da Montanha reside em sua imobilidade. Como uma grande montanha, ele é tranqüilo. Como um mestre em meditação, essa força silenciosa resulta de compreensão e força interior. Não se trata de um poder privado: é uma fonte de regeneração e inspiração para tudo o que toca. Como mostra o trigrama, a linha ativa Yang, na superfície, apóia seu profundo poder de sustentação nas linhas duplas Yin, na base. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa do Filho Mais Moço.)


- - K´un , Terra
- -
- -

(A Terra é a energia alimentadora de Yin em sua plenitude. É o poder sustentador do planeta, que da origem a todas as formas de vida e as abarca. É fértil, benévola, e tolerante. Dela surgem incondicional aceitação e natural receptividade. Esse é o poder de nutrir e estar presente em todas as circunstancias. Na família dos 8 trigramas, essa energia é simbolizada pela pessoa da Mãe. No sistema das 5 energias, sua energia tambem é a da Terra.)


Última edição por Akin Lan Feng em Ter Out 22, 2013 3:08 pm, editado 39 vez(es)

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

analise dos hexagramas

Mensagem  Akin Lan Feng em Qua Out 17, 2012 7:16 pm

---   +6
---   +5
---   +4
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++) / Meio:  +4 (++) / Final: +6 (++)

**

-  -   -6
-  -   -5
-  -   -4
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (--) / Meio:  -4 (--) / Final: -6 (--)

**
 
-  -   -2
---   -1
-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+-) / Meio:  -2 (--) / Final: -2 (+-)

**
 
---   -2
-  - -3
-  - -2
-  - -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: -2 (-- ) / Final: -2 (-+ )

**

-  -   +2
---   +3
-  -   +2
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (+- ) / Final: +2 (+- )

**

---   +2
---   +1
---   0
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: +2 (++ )

**

-  -   -4
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: -2 (-- ) / Final: -4 (-- )

**

-  -   +4
---   +5
---   +4
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +4 (++ ) / Final: +4 (+- )

**  

---   +4
---   +3
-  -   +2
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (+- ) / Final: +4 (++ )

**

---   +4
---   +3
---   +2
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (-+ ) / Final: +4 (++ )

**

-  -   0
-  -   +1
-  -   +2
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (+- ) / Final: 0 (-- )

**

---   0
---   -1
---   -2
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (-+ ) / Final: 0 (++ )

**

---   +4
---   +3
---   +2
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: +2 (++ ) / Final: +4 (++ )

**

---   +4
-  -   +3
---   +4
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +4 (++ ) / Final: +4 (-+ )

**

-  -   -4
-  -   -3
-  -   -2
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (+- ) / Final: -4 (-- )

**

-  -   -4
-  -   -3
---   -2
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (-+ ) / Final: -4 (-- )

**

-  -     0
---   +1
---   0
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: 0 (+- )

**

---   0
-  -   -1
-  -   0
---   1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (+- ) / Final: 0 (-+ )

**

-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: 0 (-- ) / Final: -2 (-- )

**

---   -2
---   -3
-  -   -4
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -4 (-- ) / Final: -2 (++ )

**

---   0
-  -   -1
---   0
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: 0 (-+ )

**

---   0
-  -   -1
-  -   0
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (+- ) / Final: 0 (-+ )

**

---   -4
-  -   -5
-  -   -4
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -4 (-- ) / Final: -4 (-+ )

**

-  -   -4
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: -2 (-- ) / Final: -4 (-- )

**

---   +2
---   +1
---   0
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: +2 (++ )

**

---   +2
-  -   +1
-  -   +2
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (+- ) / Final: +2 (-+ )

**

---   -2
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: -2 (-- ) / Final: -2 (-+ )

**

-  -   +2
---   +3
---   +2
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: +2 (++ ) / Final: +2 (+- )

**

-  -   -2
---   -1
-  -   -2
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: -2 (-- ) / Final: -2 (+- )

**

---   +2
-  -   +1
---   +2
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: +2 (++ ) / Final: +2 (-+ )

**

-  -   0
---   +1
---   0
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: 0 (++ ) / Final: 0 (+- )

**

-  -   0
-  -   +1
---   +2
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: +2 (++ ) / Final: 0 (-- )

**

---   +2
---     +1
---   0
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: 0 (++ ) / Final: +2 (++ )

**

-  -   +2
-  -   +3
---   +4
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +4 (++ ) / Final: +2 (-- )

**

---   -2
-  -   -3
---   -2
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (-+ ) / Final: -2 (-+ )

**

-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (+- ) / Final: -2 (-- )

**

---   +2
---   +1
-  -   0
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (+- ) / Final: +2 (++ )

**

---   +2
-  -   +1
---   +2
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (-+ ) / Final: +2 (-+ )

**

-  -   -2
---   -1
-  -   -2
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (+- ) / Final: -2 (+- )

**

-  -   -2
-  -   -1
---   0
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: -2 (-- )

**

---   0
-  -   -1
-  -   0
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: 0 (-- ) / Final: 0 (-+ )

**

---   0
---   -1
-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: -2 (-- ) / Final: 0 (++ )

**

-  -   +4
---   +5
---   +4
---   +3
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +4 (++ ) / Final: +4 (+- )

**

---   +4
---   +3
---   +2
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: +2 (++ ) / Final: +4 (++ )

**

-  -   -2
---   -1
---   -2
-  -   -3
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (-+ ) / Final: -2 (+- )

**

-  -   -2
-  -   -1
-  -   0
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (+- ) / Final: -2 (-- )

**

-  - 0
---   1
---   0
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: 0 (+- )

**
 
-  -   0
---   +1
-  -   0
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (+- ) / Final: 0 (+- )

**

-  -   +2
---   +3
---   +2
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: +2 (++ ) / Final: +2 (+- )

**

---   +2
-  -   +1
---   +2
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: +2 (++ ) / Final: +2 (-+ )

**

-  -   -2
-  -   -1
---   0
-  -   -1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: -2 (-- )

**

---   -2
-  -   -3
-  -   -2
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (+- ) / Final: -2 (-+ )

**

---   0
---   -1
-  -   -2
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: -2 (+- ) / Final: 0 (++ )

**

-  -   0
-  -   +1
---   +2
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (-+ ) / Final: 0 (-- )

**

-  -   0
-  -   +1
---   +2
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: +2 (++ ) / Final: 0 (-- )

**

---   0
-  -   -1
---   0
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: 0 (++ ) / Final: 0 (-+ )

**

---   +2
---   +1
-  -   0
---   +1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (+- ) / Final: +2 (++ )

**

-  -   +2
---   +3
---   +2
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: +2 (-+ ) / Final: +2 (+- )

**

---   0
---   -1
-  -   -2
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: -2 (-- ) / Final: 0 (++ )

**

-  -   0
---   +1
-  -   0
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: 0 (-- ) / Final: 0 (+- )

**

---   +2
---   +1
-  -   0
-  -   +1
---   +2
---   +1

Inicio: +2 (++ ) / Meio: 0 (-- ) / Final: +2 (++ )

**

-  -   -2
-  -   -1
---   0
---   -1
-  -   -2
-  -   -1

Inicio: -2 (-- ) / Meio: 0 (++ ) / Final: -2 (-- )

**

-  -   0
---   +1
-  -   0
---   +1
-  -   0
---   +1

Inicio: 0 (+- ) / Meio: 0 (+- ) / Final: 0 (+- )

**
 
---   0
-  -   -1
---   0
-  -   -1
---   0
-  -   -1

Inicio: 0 (-+ ) / Meio: 0 (-+ ) / Final: 0 (-+ )


=================================



Última edição por Akin Lan Feng em Ter Out 22, 2013 3:06 pm, editado 1 vez(es)

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: I Ching (estudos)

Mensagem  Akin Lan Feng em Sex Dez 28, 2012 11:21 am

Possiveis variações entre 3 linhas de 2 tipos: 8 trigramas
Possiveis combinações entre 8 trigramas: 40.320
Quantidade de linhas que compõem 40.320 octotrigramas: 120.960.000
---
Possiveis variações entre 3 linhas de 2 tipos que contenham necessariamente os dois tipos: 6 trigramas
Possiveis variações entre os 6 trigramas que contem em si os dois tipos de linha: 720
Quantidade de linhas que compõem 720 hexatrigramas: 2.160
---
MEDIAS:

8! e 6! (40.320 e 720 )

Media aritmética: 20.520
Media geométrica: 5.387, 986637
Media harmônica: 1.414, 736842
Media logaritimica: 9.837, 649737
==
120.960.000 e 2.160

Media aritmética: 61.560
Media geométrica: 16.163, 95991
Media harmônica: 4.244, 210526
Media logaritimica: 29.512, 94921

Akin Lan Feng
Admin

Mensagens : 61
Data de inscrição : 08/12/2008
Idade : 31

Ver perfil do usuário http://lobosdovento.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: I Ching (estudos)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum